domingo, 22 de janeiro de 2012

Drogas.

metanfetaminas disfarçadas de meninas
safadas e viciantes, ligadas a cento e vinte
mil volts, alto-falantes bem altos incomodando
os vizinhos ou barulhinhos discretos que só
se ouvem de perto, te amassa contra a parede
sem saciar sua sede de mãos suadas e pulsantes
passando por curvas quentes de sangue
por baixo do seu vestido e sussurando ao
ouvido palavras doces e suspiros que nenhuma
outra droga pode causar além de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aproveita e comenta aí!