quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Relógio biológico parou de funcionar

No relógio, duas horas de atraso
No coração, "mais quinze minutos"
Ela, infelizmente, não conseguiu cumprir prazos
Pois se jogou hoje mais cedo 
lá do alto do viaduto






Texto revisado pela Manoela aqui embaixo nos comentários.

Um comentário:

  1. Sugestão, se é que me permite:

    "No relógio, duas horas de atraso
    No coração, "mais quinze minutos"
    Ela, infelizmente, não conseguiu cumprir prazos
    Pois se jogou hoje mais cedo
    lá do alto do viaduto"

    sei lá se pode essa coisa de intervenção e pá, mas é que eu realmente gostei muito dele, se não nem me daria ao trabalho de "revisar". Tenho tentado ser menos prolixa na poesia (nem sempre é fácil) mas diz o João cabral que é necessario passar a lâmina. Enfim, sei que parece crítica esse lance de mexer na poesia dos outros, mas juro que é elogio.

    ResponderExcluir

Aproveita e comenta aí!