terça-feira, 26 de agosto de 2008

Na escuta, Zordon!

estranho como as vezes nos contentamos com coisas simples. não, ainda não é a vez do conformismo, talvez em outra situação. dessa vez eu vim aqui falar sobre pequenas coisas que me deixam felizes. coisas que talvez deixem todo mundo feliz e coisas que só funcionam comigo mesmo. vou começar com as duas pequenas coisas que me motivaram a escrever isso aqui: a frase de boas vindas do meu celular e meus recentemente adquiridos toques de celular. a primeira tem 3 anos que me acompanha, toda vez que eu ligo meu celular aparece a frase "Eai, gatão? Como vai essa saúde?" e isso é o suficiente para arrancar de mim um sorriso há três anos e ainda tem o mesmo efeito. uma frase tão boba e até absurda (por que falar isso pra mim mesmo) e é isso mesmo que me agrada. minha vida gira em torno do absurdo. eu corro atrás do absurdo. eu penso em uma frequência diferente da de vocês porque me baseio no absurdo. eu vivo numa grande obra do surrealismo europeu, essa é a verdade, e o despropósito da frase citada é o que me faz feliz. os toques de celular, recentemente adquiri três musicas famosas, que tiveram e ainda tem uma importância na minha vida, são elas: O tema de Star Wars, O tema de The Legend of Zelda e o toque do comunicador do Power Rangers. pra vocês não deve fazer muito sentido (mas não é sobre isso que eu tava falando?), mas meu dia é milhões de vezes mais feliz desde que eu comecei a acordar ouvindo o tema de Star Wars e atender meu telefone com um "Na escuta, Zordon!". e assim eu rio de mim mesmo, por ser algo tão bobo e me fazer tão bem. e fico empolgado e quero mostrar tudo para alguém que vai achar aquilo só bobo. eles não entendem nada...


obrigado.