sábado, 2 de maio de 2009

Pára de se esconder, amigo.

Vocês não merecem ler isso, mas devido ao tom do texto o lugar dele é aqui mesmo.

Eu sempre justifiquei o fato de não ter comentários nesse blog aqui dizendo que as pessoas não comentam e eu prefiro imaginar que elas comentariam se pudessem do que ter a certeza de que elas não comentam. Porém tem outra coisa que me dá nojo em comentários, e que eu nunca tinha pensado até eu ver isso na minha carne e de meus amigos nesse meu novo blog Risos: o anonimato. Eu sempre tive nojo de perfis falsos no orkut e a base do anonimato em comentários é basicamente a mesma. A pessoa não se identificando, ela tem coragem para dizer o que quiser. E o que ela quer dizer, que a leva a se esconder pra ter que dizer, na maioria das vezes machuca ou provoca desordem. É legal ouvir a opinião de todo mundo, mas é bem mais legal saber quem está emitindo essa opinião para que seja dada um mínimo de credibilidade. Mas raramente esses "anônimos" são amigos. O cara não entende o que foi escrito, as vezes nem lê, interpreta da maneira mais incoveniente (e muitas vezes mais improvável) possível, se ofende, e vai descontar essa raiva todo nos comentários do texto que desencadeou essa ira. Aqui entra uma parte que eu não entendo: será que as pessoas não conseguem entender que aquele texto é só uma opinião, não é uma verdade absoluta que será imposta a tudo e a todos, não foi escrito com a intenção de ofender elas pessoalmente, e, cara, é só uma opinião diferente da sua! Não é necessário xingar, desmerecer, repudiar, amaldiçoar até a terceira geração, chutar seu estabilizador, ir atrás do autor no recreio, roubar o dinheiro do lanche, colocar a cabeça dele na privada e dar descarga. Ok, que nós (autores dos blogs) pegamos pesado as vezes, tocamos em assuntos delicados ou ofendemos um grupo, mas são só generalizações, muitas vezes é só uma forma exagerada de colocar as coisas para dar um tom mais dramático pro texto. Só que o que você, sujeito que aproveita que está escuro pra pegar na bunda da mocinha mais próxima, diz pode nos ofender. É um autor contra uma infinidade de potenciais leitores, não dá pra competir. Nós também temos sentimentos, temos defeitos, e nós sabemos disso. E o que você fala no seu comentário é direcionado a um só autor. Tenha dó da gente, não estamos obrigando você a ler nosso texto, MUITO MENOS a concordar com o que é dito. Você tem toda a liberdade de marcar nosso site como pornografia para que ninguém no seu trabalho entre, ou falar pra todo mundo que nosso site é uma merda, que não temos nada na cabeça e que somos burguezinhos vendidos pro sistema, porém, ao menos tenha a decência de mostrar sua cara, como nós mostramos a nossa. Fale o que quiser, mas ao menos coloque sua cara a tapa como nós colocamos a nossa. Liberdade de expressão é garantida por lei, mas o veto ao anonimato tá lá também no mesmo parágrafo. E lembre-se que nós, blogueiros, somos pessoas também.