terça-feira, 25 de novembro de 2008

Sorte do Dia

"O melhor jeito de prever o futuro é o inventando" (Orkut)



e eu aqui vendo "As Visões de Raven" no SBT. fiquei até com vergonha...

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

andré diz: conta uma história aí

Um boêmio que achava que ia se dar bem na vida sendo boêmio pra sempre, um dia, em um bar depois de alguns drinks e visivelmente adulterado, teve uma discussão com um outro cara da mesa, sóbrio, o motivo não importa. Em certo momento da discussão, o sóbrio apontou o dedo para a cara do nosso boêmio e disse: "Você é um nada e sempre será um ninguém". O que poderia soar como palavras vazias com objetivo de ofender para uma pessoa normal, soou como uma verdade sendo jogada na cara para o boêmio. Ele começou a pensar como ele não tinha feito nada na vida e como seu futuro não lhe guardava nada, como o mundo era totalmente indiferente a sua existencia.Saiu do bar e não tinha onde ir. Morava sozinho, não tinha ninguem o esperando em casa, não tinha namorada ou amigos. As únicas pessoas com quem conversava eram os desconhecidos do bar e agora nem a eles tinha mais. Falar sozinho era loucura, ele não era louco. Ou era? Refletir pode ser considerado falar sozinho? E se ele fosse louco? Se fosse louco, nada mais importava. Voltou ao bar, a mesa onde estava, quebrou uma garrafa e com os cacos de vidro que estavam no chão cortou o pescoço do cara que tinha dito a ele o que ele não queria ouvir. Saiu do bar novamente.Nessa hora ele teve duas certezas: de que não precisava de uma consciencia para lhe dizer se o que faz é certo ou não e de que precisava de um novo bar.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Sorte do Dia

"Para conhecer a estrada com antecedência, fale com quem está voltando" (Orkut)


atualmente estou numa situação de andar pela mesma estrada que estou voltando. paradoxal, não?

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Sem Braços

andei pensando em não dizer
sobre coisas, coisas que queria entender
comecei então a virar, a virar a copos
não consigo mais parar

peguei meu carro, saí por aí
mas não tenho carro, então desisti
saí andando e encontrei um broto
acordei suado, meu deus que desgosto!

entre um gole e outro eu tento
dizer coisas que já não me lembro
minhas idéias não fazem sentido
não há braços para um ombro amigo!

Um novo ângulo no balcão do bar
Um garçom tenta me levantar
Peço para que me deixe deitado
Me reconforta o balcão molhado

Mais um conhaque pra seguir a vida
Não há mais nada, só desgosto e bebida
Se minhas mãos não podem te segurar
Não me julgue por não sair do bar




feita a quatro mãos, com o amigo André.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Pensamentos Avulsos.

Pensamento Avulso nº 9: então, tem aqueles filmes de ação, né? aí, tem um cara que mata todo mundo e nesse "todo mundo" tem os vilões, os capangas, os comparsas, né? mas também tem outros caras. sabe o segurança do prédio? aquele que levou um tiro porque barrou o "mocinho" na entrada. o cara tá lá fazendo o trabalho dele, o detector de metal apita e ele leva uns tiros. muito justo. e quanto a esposa dele que ficou em casa arrumando cozinha? e o filho dele que ficou esperando ser buscado na escola? o cara trabalha seis, oito, dez horas por dia. olhando crachá, revistando bolsa, nada demais. as vezes um cortador de unha tem que ser retido, no máximo um canivete. um dia chega um doido atirando pra todo lado "pra salvar o dia". não interessa se quem contratou o segurança foi o chefe da máfia japonesa yakuza. o cara é um empregado, não tá lá pra matar nem morrer, tudo que ele quer fazer é reter sua arma enquanto você tá no prédio pra evitar que você acabe matando alguém por um disparo acidental. grandes merdas esses mocinhos de filme que sai matando inocentes. bom mesmo era o charles bronson. 2 tiros x 3 caras maus no chão.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Intolerância (Fisiológica) a Atrasos

não sei se já me expressei sobre isso algum dia, mas hoje eu preciso desabafar: eu odeio atrasos. atrasos são uma das coisas que eu mais odeio na minha vida. não consigo encontrar palavras que expressem o quanto eu odeio atrasos, até duvido que existam tais palavras. atrasos de três horas, uma hora, 40 minutos, 20 minutos, 10 minutos, odeio todos (aceito muito bem os de cinco minutos pois entendo que existe uma diferença entre cada relógio). Não entendo porque as pessoas marcam algo pra "daqui a quinze minutos" se ela vão aparecer meia hora depois. Não vejo sentido em falar "20:30 na frente de tal lugar" se vai dar 22:00 horas e a pessoa não vai ter aparecido, ou quando dá oito e meia e você liga pra pessoa avisando que está indo pro lugar e ela fala "ah tá, vou tomar banho então". e o que mais me irrita nisso tudo: CUSTA MUITO AVISAR? é sério, custa muito mandar uma mensagem, dar um telefone, pedir pra alguém ligar, mandar uma carta, QUALQUER COISA avisando que vai se atrasar?
e qual é o cúmulo do atraso? a ausência!e quando não aparecem? e não dão motivo, e não atendem celular, ninguem em casa. sou muito compreensivel quanto a atrasos justificados, sei que mães morrem e pessoas são atropeladas, mas se estes dois não foram os motivos, não me venham pedir desculpas. talvez eu as aceite externamente, mas por dentro eu vou estar MUITO puto.



e o ruim é saber que as pessoas que precisariam mesmo ler esse texto nuca o lerão. vontade de imprimir e mandar via correios pra cada um. ou colocar aquelas faixas na frente da casa das pessoas, sabe aquelas do tipo "PARABENS JONAS POR TER PASSADO NA UNIP", pois é.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Pensamentos Avulsos.

Pensamento Maldoso Avulso nº8: bem oportuno a vó do obama morrer agora, hein? "aaah, eu sou negro. aaah, meus pais se separaram. aaaaah, eu não tenho vó. aaaaah, votem em mim". malandrão ele. não me entendam mal, nas eleições dos estados unidos sou OBAMA4LIFE. go NIGGA!